• Daniela Burgonovo

Pro Tork KTM Racing encara quarentena sem perder o foco

Atualizado: Jun 2

Coronavírus pode ter atrapalhado os planos, mas equipe liderada pelo multicampeão Antonio Jorge Balbi Júnior se mantém otimista para o Brasileiro de Motocross

O Coronavírus pegou o mundo de surpresa e provocou uma série de medidas drásticas para o controle da pandemia. No Brasil não foi diferente, até o esporte que tanto amamos, o motociclismo, sofreu com o isolamento social e cancelamento de eventos. Porém, dizem que nos momentos de crise se formam verdadeiros campeões. É com esse pensamento que a Pro Tork KTM Racing adaptou sua rotina focada na disputa do Campeonato Brasileiro de Motocross e vem se mantendo otimista. Segundo o chefe de equipe, o ex-piloto multicampeão Antonio Jorge Balbi Júnior, foi preciso se adequar diante do cenário. “Somos um time novo e estávamos com todo aquele ânimo para brigar por vitórias na abertura programada para abril. De início ficamos muito chateados, mas logo encaramos como uma oportunidade de nos prepararmos ainda mais para alcançarmos nosso objetivo, que são os títulos das categorias MX1, MX2 e MXF”, explica. Uma das primeiras ações intensificadas foi a preparação das motocicletas. “A KTM SXF de série oferece um desempenho fantástico, tanto a 250 quanto a 450. Contudo, em se tratando de competições, sempre tem algo que podemos melhorar para que se tornem ainda mais agressivas nas pistas. A suspensão foi modificada e também tivemos tempo para um preparo especial do motor, com o cabeçote sendo desenvolvido nos Estados Unidos”, destaca Balbi. Dois dos quatro atletas da equipe, Gustavo Pessoa (MX1) e Pedro Magero (MX2), estavam entrando em pico, o ápice da performance, então, um descanso veio a calhar. “A pré-temporada foi intensa, com treinos desde dezembro. Estávamos no nível máximo de preparação física e técnica, o corpo pedia uma pausa para recuperar. Aproveitamos algumas semanas e agora estamos retomando, com exercícios em casa, como pedal, funcional e yoga”, afirma Pessoa. Já Mariana Balbi (MXF) e Fredy Spagnol (MX2) aliviaram o acelerador, mas não se afastaram completamente. Ela está voltando para a modalidade após quatro anos e ele acaba de se recuperar de uma lesão, não havendo tempo para perder. “A ideia é melhorar o preparo físico, mesmo que sozinhos. Eu estou pedalando, faço fisioterapia para reforço muscular, enfim. Uma vez por semana tenho feito um treino seguro de curva, só para não perder a perder a habilidade com moto”, comenta Mari. A Confederação Brasileira de Motociclismo já anunciou um novo calendário para a temporada 2020, com a primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross programada para 1 e 2 de agosto, em Morrinhos (GO). Jorginho se mostra confiante, encorajando o grupo a atingir o propósito. “As incertezas são muitas, mas não podemos focar nos problemas, temos que pensar em fazer o nosso melhor, dentro do possível, todos os dias. Somos um grande time e juntos vamos superar essa”, finaliza.

CENTRAL DE VENDAS

43 - 3571 8500

comercial@protork.com

Rua Penido Rosa - 50  Parque Industrial I  |  Saltinho  |  Siqueira Campos  |  Paraná

Todos os direitos reservados. Pro Tork Racing development ® 2019