• Daniela Burgonovo

Pro Tork é campeã do Arena Cross com Lucas Dunka na AX2

Piloto catarinense confirmou o título na grande final da temporada, realizada no fim de semana, em São Paulo (SP)

Lucas Dunka confirmou o favoritismo na categoria AX2 do Arena Cross. O piloto que defende a Pro Tork / KTM Racing Team encarou a grande final da temporada com cabeça, garantindo bons resultados, sem arriscar. A rodada dupla foi realizada no fim de semana, dias 20 e 21 de agosto, em uma pista especialmente preparada no Pavilhão do Anhembi, em São Paulo (SP).


No sábado, o catarinense não conseguiu fazer uma boa largada e teve que partir para uma prova de recuperação, finalizando em terceiro lugar. Já no domingo, fez o holeshot, trocou de posição com adversários algumas vezes, mas optou por tirar a mão do acelerador, evitando qualquer erro que o impedisse de cumprir o objetivo, terminando outra vez em terceiro, desempenho suficiente para erguer a taça.


“Estou muito feliz com a conquista do tricampeonato. Não foi fácil, tive que ser consciente, machuquei o joelho semana passada no BRMX e também não estava 100%. Por outro lado, estreei o novo modelo KTM 250 SX-F 2023, corri com ela praticamente original, isso mostra o potencial que a moto tem. Gostaria de agradecer a toda equipe pelo suporte”, afirma.


A temporada 2022 ainda não acabou para a Pro Tork / KTM Racing Team. Dunka se prepara agora para a última etapa do Campeonato Sportbay Brasileiro de Motocross, programado para acontecer nos dias 17 e 18 de setembro, na cidade de Rio Fortuna (SC). Apesar de não estar mais na briga pelo título da categoria principal a MX1, o atleta espera encerra o ano com mais um lugar no pódio.


Sobre a Pro Tork / KTM Racing Team: A equipe surgiu em 2020, marcando o início da nova operação da KTM no Brasil. A marca de motocicletas austríaca reconhecida mundialmente por seus inúmeros títulos se uniu a maior fabricante de motopeças da América Latina e destaque no off road nacional para elevar o nível de competitividade nos campeonatos e fazer história. Investindo agressivamente em infraestrutura, desenvolvimento e performance, conquistou em dois anos sete títulos nacionais. São eles: Brasileiro de Hard Enduro 2020 – Gold com Rigor Rico, Brasileiro de Motocross 2020 – MXF com Mariana Balbi, Brasileiro de Motocross 2020 – MXJR com Gabriel Andrigo, Brasileiro de Motocross 2021 – 65cc com Kevyn de Pinho, Brasileiro de Motocross 2021 – MX4 com Willian Guimarães, Arena Cross 2021 – 65cc com Kevyn de Pinho e Arena Cross 2021 – Pro com Anthony Rodríguez. Agora, preparem-se para um novo capítulo!