• Daniela Burgonovo

Coxa vence fora de casa e se mantem nas primeiras posições do Brasileirão


Nesta quarta-feira (11), o Coritiba realizou o primeiro de dois jogos que tem fora de casa no Brasileiro de Futebol - Série B. O adversário desta tarde foi a equipe do Brasil-RS, no estádio Bento Freitas, em Pelotas-RS, e o time patrocinado pela Pro Tork já carrega mais três pontos na bagagem. O Alviverde venceu o time gaúcho pelo placar de 2 a 0, com gols de Léo Gamalho, e se consolida no G-4 da competição.


Além da vitória, o tabu contra o Xavante ainda permanece. O Coritiba nunca perdeu para o Brasil-RS, e nunca levou gol da equipe gaúcha. Agora o Coxa segue viagem para Alagoas, onde enfrenta o CSA no sábado (14), às 16h30, pela próxima rodada. Com a vitória de hoje o Coritiba chega aos 33 pontos.


O jogo


O treinador Gustavo Morínigo optou em alternar algumas peças, pensando também no desgaste físico dos atletas que terão uma sequência grande de jogos pela frente no campeonato. Robinho não viajou, pois cumpre suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Ele começou o jogo com: Wilson, Natanael, Henrique, Nathan Ribeiro e Guilherme Biro; Matheus Sales, Val (Willian Farias) e Rafinha (Gustavo Bochecha); Gui Azevedo (Waguininho), Igor Paixão (Valdeci), Léo Gamalho.


A partida começou com as duas equipes se estudando, e o Coritiba procurando espaços para começar a atacar. A primeira grande jogada do Coxa veio aos 24’ minutos, após jogada ensaiada em cobrança de falta. Rafinha cobrou curto para Val, que chutou forte de fora da área, mas o goleiro espalmou a bola.


Na sequência, o camisa 7 apareceu de novo para dar assistência para o primeiro gol coxa-branca. Ele cruzou na medida para Léo Gamalho dentro da área, que tocou na saída do goleiro adversário, e fez o primeiro gol alviverde, aos 26' minutos do primeiro tempo. Depois do primeiro gol, o Coxa dominou as jogadas de ataque, e continuou chegando com perigo na área do Brasil-RS, ainda com Rafinha e também com Gui Azevedo.


Na segunda etapa, Rafinha seguiu aparecendo como garçom da equipe, com mais jogadas ensaiadas em cobrança de falta. Ele cobrou rápido também para Igor Paixão, que cruzou na primeira trave, mas a zaga tirou para a linha de fundo.


O treinador Morínigo começou a trocar as peças, visando a recuperação dos atletas para a sequência de jogos. No fim, aos 42’, Igor Paixão foi derrubado na área e o árbitro marcou pênalti para o Coxa. Léo Gamalho cobrou, e fez o segundo do Verdão, chegando ao nono dele na competição.


O Coritiba tem o patrocínio da Pro Tork - a maior fabricante de motopeças da América Latina e líder mundial na produção de capacetes.