• Daniela Burgonovo

Coritiba passa pelo Cascavel na semifinal da Taça Barcímio Sicupira


O Coritiba passou pelo Cascavel na noite deste domingo (17), no estádio Olímpico Regional, no Oeste do estado. O jogo, válido pela semifinal da Taça Barcímio Sicupira, do Campeonato Paranaense de Futebol, no tempo normal, terminou 0x0. Nos pênaltis, o time patrocinado pela Pro Tork fez 5 a 3, seguiu na competição e agora vai decidir o primeiro turno no estádio Couto Pereira, no próximo domingo, contra o Toledo. O Verdão foi a campo com duas alterações em relação à última partida: Felipe Mattioni no lugar de Giovanni e Kady no lugar de Juan Alano. A escalação completa foi Wilson, Felipe Mattioni, Alan Costa, Sabino, Fabiano, João Vitor, Vitor Carvalho, Kady, Giovanni, Rodrigão e Iago Dias. O estádio estava cheio, com bom público de torcedores da casa. O Coxa passou por cima do cansaço após a viagem de retorno de Minas Gerais ter sido mais longa do que o programado. Sem ter tempo para treinar por causa das mudanças na logística, e com alteração no comando técnico coxa-branca, com Matheus Costa como interino neste jogo, o Coritiba precisou passar por cima das dificuldades. O time da casa, por outro lado, foi para cima e teve a melhor chance da primeira etapa com Everton Silva mandando a bola na trave. Aos 34’, o Coxa também conseguiu armar uma boa jogada, com Rodrigão dando o passe em profundidade para Iago Dias, que ficou no chão na área e o árbitro nada assinalou. Pouco depois, o Verdão também carimbou o travessão após cobrança de escanteio de Kady e Rodrigão cabeceando. Para a etapa complementar, o jogo ficou mais equilibrado, com mais disputa em campo. Aos 17’, Fabiano cruzou e Rodrigão tentou o cabeceio e a bola passou perto em uma boa chance do Verdão. O Cascavel respondeu e Alan Costa fez o corte, mas a bola ficou com Oberdan que bateu de primeira, para Wilson defender em dois tempos. Aos 26’, o árbitro da partida que havia sido criticado pelo presidente do Cascavel durante a semana, assinalou pênalti a favor do time da casa. Na cobrança, Wilson brilhou e fez a defesa. Pouco depois, o Coxa balançou as redes com Rodrigão, mas o árbitro assinalou o impedimento, bastante duvidoso, na jogada. No Verdão, as substituições foram as entradas Juan Alano, Sávio e Nathan nos lugares de Kady, Felipe Mattioni e Iago Dias. Então a partida acabou sem gols, levando a decisão da vaga para a decisão nos pênaltis. O primeiro a bater foi Wilson, que mandou uma paulada no canto esquerdo. O Cascavel marcou o primeiro com Hitalo Rogério. A segunda cobrança do Coxa foi de Giovanni; o goleiro chegou quase a defender, mas a bola acabou entrando. O Cascavel fez com Willian Simões. Sabino converteu para o Coxa. Rafael Gomes acertou para o Cascavel. Rodrigão bateu no cantinho. E aí foi a vez do Wilson defender a cobrança de Lucas Tocantins. Ficou nos pés de Juan Alano a decisão da vaga. Ele bateu com firmeza e balançou as redes colocando o Coxa na final da Taça Barcímio Sicupira. Final definida No outro jogo da semifinal, o Toledo passou pelo Operário, também nos pênaltis. Decidindo a final da Taça Barcímio Sicupira com Coritiba e Toledo, no jogo que será realizado no domingo (24), no estádio Couto Pereira. O Coritiba tem o patrocínio da Pro Tork.

#coritiba

CENTRAL DE VENDAS

43 - 3571 8500

comercial@protork.com

Rua Penido Rosa - 50  Parque Industrial I  |  Saltinho  |  Siqueira Campos  |  Paraná

Todos os direitos reservados. Pro Tork Racing development ® 2019